Bem vindo às Terras de Salém. Onde a Magia nunca tem fim.

quinta-feira, 14 de março de 2013

Poesia que se faz nas sombras



Quando tua sombra cruza a minha na calçada,
O sol chega pro lado um instante.
Faz com que minha sombra toque a amada
E volte a ficar distante.

Quando o sol se cobre no poente
Minha sombra vai ao longe delirante
Encontrar sombra alheia de repente!
E se torna tão intensa quanto antes.

Num teatro de vampiros eternos
Que atravessaram tempos e infernos
O caminho se faz assim

É na sombra e na sua natureza
Que se vence a infinita tristeza
E se junta os corações no fim!

Poesia que se faz nas sombras - um poema do poetamigo Rabib Floriano Antonio


3 comentários:

  1. Valeu Cib... vou retribuir e postar no meu blog um poema seu...

    ResponderExcluir
  2. Muito bom! Eu que agradeço por me deixar publicar.

    ResponderExcluir